Júlio Santos
Cimeira da NATO - Os custos da Segurança - Versão de Impressão

+- Júlio Santos (http://www.juliosantos.net/forum)
+-- Fórum: Artigos de Opinião (http://www.juliosantos.net/forum/forumdisplay.php?fid=10)
+--- Fórum: Autoria Júlio Santos (http://www.juliosantos.net/forum/forumdisplay.php?fid=20)
+--- Tópico: Cimeira da NATO - Os custos da Segurança (/showthread.php?tid=170)



Cimeira da NATO - Os custos da Segurança - Júlio Santos - 28-09-2010

Foi recentemente anunciado que a PSP, através da sua Direcção Nacional vai gastar, ao Governo Civil de Lisboa, cinco milhões de euros na aquisição de equipamento para reforçar os meios ao dispor dos Agentes que vão estar responsáveis pela segurança da cimeira da NATO.

É importante que os nossos convidados se sintam seguros, da mesma forma que é importante que todas as ameaças credíveis sejam consideradas.

Todavia, os equipamentos que a PSP se propõem a adquirir, nomeadamente as viaturas, após a cimeira vão servir onde e em que situações? Se não fizeram grande falta até ao momento porque os índices normais de ameaça em Portugal não o justificaram, como serão utilizados no futuro dado que após a cimeira os níveis de ameaça voltam ao mesmo?

Atendendo ao actual estado do País, na minha opinião, que sou a favor da segurança, é extremamente difícil entender estas aquisições , muito mais difícil será para o comum cidadão, que não conhecendo as ameaças normais de Portugal, tem dificuldade em compreender e aceitar tais gastos.

Mas com a realização da cimeira continuamos a ter presente a ameaça, então qual seria a solução para este caso em concreto? Fácil, muito fácil!

O Estado Português nunca se pronunciou negativamente quando somos visitados por altas individualidades e estas trazem meios de segurança próprios, recordo-me do Papa, do Presidente dos Estados Unidos até do Presidente da Líbia, Muammar Khadafi.

Ora sendo esta cimeira da NATO e sabendo-se a composição e competências desta aliança, não teria sido despropositado efectuar uma de duas coisas: ou pedir – especialmente os carros – emprestados a outro Estado (creio que Espanha dispõem desses equipamentos), ou, em alternativa, encontrar-se uma forma de no seio da própria NATO essa questão ser resolvida pois a ameaça em Portugal só vai crescer, exactamente devido à cimeira.

Mas podíamos ir mais longe, sermos honestos connosco próprios e informar a NATO que não dispúnhamos, de momento, de meios económicos para levar a cabo um evento de tal envergadura.

Resumindo, creio que o Estado está neste, como em outros casos, a viver acima das suas possibilidades e a PSP com tantos problemas financeiros, bem podia aplicar estes cinco milhões a levantar a moral dos seus Agentes para durante pelo menos algum tempo os cidadãos deixarem de ouvir aquela frase desgastada “…os nossos meios são poucos, não há Agentes nem carros que cheguem para tantas solicitações!”.

Por último, temos a questão do ajuste directo…cinco milhões de euros por ajuste directo?! A lei até pode permitir, mas podemos sempre aplicar a máxima: “à mulher de César não basta ser séria, há que parecê-lo".



RE: Cimeira da NATO - Os custos da Segurança - Olga Gambarra - 28-09-2010

Esta é mais uma prova evidente do (des)governo em que vivemos.
Esta é mais uma prova que os nossos (des)governantes tudo fazem, a tudo são imunes…. Para podermos viver na imundice!!!!!
Enquanto nós os contribuintes pagamos a (in)segurança de quem nada nos dá…. Os que tudo fazem para que possamos viver em segurança, têm de pagar do seu próprio bolso para cumprir o seu dever!!!!
Será que não é este o País em que merecemos viver????
Até quando??????
Vivemos acima das nossas possibilidades mas com muita mediocridade!!!!!
Mediocridade porque deixámos que nos atrofiassem o pensamento, a vontade, a reacção!!!!!
Somos um Povo sem reacção e que já não sabe ou não quer agir!!!!
Até quando????