Este fórum usa cookies
Este fórum utiliza cookies para armazenar as suas informações de login se estiver registado, e a sua última visita ou não. Os Cookies são pequenos documentos de texto armazenados no seu computador. Os cookies criados por este fórum só podem ser usados neste site e não representam nenhum risco de segurança. Os cookies deste fórum também acompanham os tópicos que você leu, e a última vez que os leu. Por favor confirme se quer aceitar ou rejeitar estes cookies por definição.

Um cookie será armazenado no seu navegador, independentemente da sua escolha, para prevenir que esta pergunta apareça novamente. Você será capaz de alterar as suas definições de cookies a qualquer momento usando o link no rodapé.

Avaliação do Tópico:
  • 0 voto(s) - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
A Guerra INEM/Bombeiros continua
#1
Os Portugueses que ontem assistiram ao Jornal da Noite da SIC, por muito que custe, têm de ficar envergonhados.
Envergonhados, não só pelo facto mais evidente, ser possível alguém estar a aguardar 14 minutos que o CODU Centro Operacional de Doentes Urgentes, decida quem, quando e como avança o socorro para uma eventual paragem cardíaca, como também envergonhados:
- Pela forma displicente como um ser humano relata a eventual morte de outro, independentemente de ser da família. Este, infelizmente é o Portugal profundo, o mesmo que nos dá o bom chouriço o bom pão e o bom vinho, mas cujas relações pessoais, tal como nas cidades, são muito impessoais.
- Porque a operadora do IMEN, não sabe, ou não soube fazer uma correcta triagem. Esta Senhora deveria estar a fazer tudo menos ser Operadora do CODU. Para quem deve saber o que é atender emergências e fazer triagem pelo telefone, esta, dita, profissional, disso tem muito pouco. Falhou em todas as prerrogativas. Foi pouco profissional quando ao invés de ajudar quer quem precisou, quer quem podia ir em auxílio, opta por utilizar o sarcasmo e gozar com a situação. Foi pouco profissional ao permitir que se gravassem os seus comentários infelizes sobre a situação e sobre os seus interlocutores. Exige-se destes profissionais (porque são pagos e creio que recebem formação), muito mais do que aos Bombeiros, que por falta de coragem política e para alimentar alguns lobbys, ainda são, na maioria Voluntários.
- Porque na grande maioria dos Quartéis de Bombeiros os Operadores de Central, mesmo os frequentaram o curso da ENB, são meros e maus telefonistas. É um facto! Negá-lo é negar a realidade. Desafio quem não concordar com esta afirmação a ligar aleatoriamente para 100 Corporações de Bombeiros, aquela hora (04:00H) e verificar como é atendido. Seja porque são profissionais contratados pela Associação que gere o Corpo de Bombeiros e esta não dispões de verbas e/ou meios para enviar o elementos à formação, seja porque são Voluntários que ficam de noite na Central. O facto é que o atendimento que já de dia é deficiente, à noite é desastroso. Infelizmente, este não foi, nem é, um caso isolado.
- Porque os Comandos em detrimento de assumirem as suas deficiências e insuficiências tentam desculpar o indesculpável. Os Comandos de Bombeiros, apesar da actual Legislação ainda não estão todos à altura das situações com que são confrontados, especialmente as deste tipo; de visão Nacional e em que têm de defender o indefensável.
- Porque os Jornalistas “espremem” as situações, pelo seu ridículo, e só por isso, ao máximo. Não tenho dúvida que a situação é digna de notícia, entrevistas e de debate, agora alguém me diz o que se ganhou em divulgar a totalidade daqueles tristes diálogos?
- Porque o representante da Liga dos Bombeiros Portugueses nada mais sabe que as Corporações de Bombeiros cobrem a maior parte do território e tinham de ser parceiros de tudo e de todos. Confesso que estes “tenazes” defensores dos Bombeiros seja o dos Voluntários seja o dos Profissionais sempre que os oiço, me fico com sérias dúvidas quanto aos seus concretos objectivos. Este Senhor quando lhe foi dada a oportunidade de falar sobre este caso deveria ter dito algo do género: Pedimos desculpa pelo deficiente atendimento ocorrido nas duas Corporações de Bombeiros Voluntários, vamos rectificar a situação, dando formação aos operadores de central telefónica destas Corporações e outras que demonstrem as mesmas dificuldades. Como sabem, as Associações de Bombeiros debatem-se com dificuldades para contratar pessoal e os Voluntários são cada vez menos e mais velhos. Ficava muito melhor com estas afirmações do que com aquelas que fez a pedir reuniões e ambulâncias.
- Porque o representante do INEM pode ser um bom técnico, mas falta-lhe algo para estar à frente de uma Organização deste tipo. Como disse o Jornalista e muito bem, o INEM é, cada vez mais, o sustento da emergência no nosso País. Quer, na estabilização e transporte quer na primeira intervenção médica. Se o Senhor Ministro queria iniciar uma reforma na saúde deveria ter começado por assegurar que as populações ficavam bem servidas de transporte de emergência e assistência pré-hospitalar e aí o representante dos Bombeiros tinha razão esses são os que melhor podem prestar esse serviço, mas ATENÇÃO, de uma forma profissional. O representante do INEM, tal como o dos Bombeiros, nada mais fez que desculpar-se, não percebi com quem, mas soube aproveitar o deficiente conhecimento do nome das “coisas” da Jornalista (que confundiu VEMER com Ambulância de Suporte Básico de Vida) para deixar de responder a uma questão pertinente.
Porque gosto dos Bombeiros, porque sei o que é um Centro de Operações, porque pago imensos impostos, custou-me ver todo aquele “folclore”. Não havia necessidade! Bastava os responsáveis visitar amiúde os Quartéis de Bombeiros e analisarem, com rigor, as suas potencialidades, que são muitas e as suas dificuldades que também são muitas. Se houvesse acompanhamento por parte de quem de direito as coisas não chegavam aqui.
Continuo convicto que este tipo de problemas só se resolve com a centralização do socorro, seja de tipo for. A emergência tem de estar centralizada. Não esqueçam uma frase paradigmática desta minha afirmação dita pela operadora do CODU:…se quer a Autoridade, vai ter de ligar outra vez o 112…
Para quem não viu, veja em:http://videos.sapo.pt/roUEkknRTgsTAlmzSu5O
Sou, com cordiais cumprimentos
Júlio Santos
Responder


Mensagem neste Tópico
A Guerra INEM/Bombeiros continua - por Júlio Santos - 25-01-2008, 04:35 PM
RE: A Guerra INEM/Bombeiros continua - por Soeiro - 27-01-2008, 11:02 PM
RE: A Guerra INEM/Bombeiros continua - por Soeiro - 04-02-2008, 05:48 PM
RE: A Guerra INEM/Bombeiros continua - por zé paiva - 07-02-2008, 12:38 AM

Saltar Fórum:


Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)