Este fórum usa cookies
Este fórum utiliza cookies para armazenar as suas informações de login se estiver registado, e a sua última visita ou não. Os Cookies são pequenos documentos de texto armazenados no seu computador. Os cookies criados por este fórum só podem ser usados neste site e não representam nenhum risco de segurança. Os cookies deste fórum também acompanham os tópicos que você leu, e a última vez que os leu. Por favor confirme se quer aceitar ou rejeitar estes cookies por definição.

Um cookie será armazenado no seu navegador, independentemente da sua escolha, para prevenir que esta pergunta apareça novamente. Você será capaz de alterar as suas definições de cookies a qualquer momento usando o link no rodapé.

Avaliação do Tópico:
  • 0 voto(s) - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Bombeiro I e Bombeiros II
#1
Regresso de uma curtas férias natalícias e sou surpreendido com duas noticias sobre os nossos Bombeiros.
Os mesmos que durante o verão, quando há incêndios fazem as delícias dos nossos jornalistas, com aberturas de telejornais, resolvem os problemas das fotos de capa nas redacções dos jornais, sim! Aqueles Bombeiros Voluntários que se necessário, dão a vida pelo próximo…no verão, porque no inverno!?...os mesmos paladinos viram-se contra os heróis do verão.

Bombeiros I
Então os jornais com poucas notícias nesta altura, deram voz a um Bombeiro Voluntário (não sei se bom, se mau), mas que está zangado com o seu Comandante e decide escrever uma carta denuncia. Carta essa em que expõem situações como a consumação de actos sexuais dentro do quartel. Que existem viaturas que são conduzidas por pessoas não habilitadas. Que o Comandante favorece uns em detrimento de outros nas promoções e avaliações.
É caso para perguntar: onde tem estado este Bombeiro? Noutro País?
- Casos de sexo?...Meu caro, há em todo lado. Basta a presença dos dois sexos, nos Bombeiros, nas Forças Armadas, Nacionais e Internacionais o sexo, enquanto acto, é uma necessidade fisiológica que dá prazer a quem o pratica (não sei se será o caso deste Bombeiro). Ser no Quartel? Bem se calhar não deveria; mas há falta de melhor e se não prejudicar ninguém, não vejo porque não!?
Aliás, questiono, onde estava esse Bombeiro quando os actos foram praticados? A participar? A Espreitar? Bem, os inquéritos entretanto abertos que descubram.
Quando à condução de pesados sem habilitações, pois bem, se o rigor fosse total, mais de metade das viaturas pesadas não saiam dos Quartéis e quem disser o contrário, não conhece a realidade dos nossos Bombeiros. Mais grave para mim não é um elemento conduzir uma viatura pesada com carta de ligeiros, é chegar ao local do incêndio e não saber trabalhar com as bombas que equipam os carros, isso é muito mais grave.
Mais uma vez pergunto: onde estava o Bombeiro denunciante? Conduzia uma das viaturas? Quantas vezes se negou, a ser transportado por colegas sem condições de conduzir a viatura?
Mais um conjunto de respostas que vão ser obtidas, ou não, nos inquéritos abertos.

Bombeiros II
O nosso amigo Fernando Curto esfrega as mãos de contente, vai ter mais Bombeiros profissionais para defender. Parece que as Câmaras estão a aderir, em força, ao plano do Governo para a criação de Bombeiros Profissionais, embora, nesta fase, só EPI.
Mas a breve trecho toda a questão dos Bombeiros em Portugal vai ter de ser equacionada de uma forma despretensiosa e, tal como no futebol, só se vai resolver com outros Dirigentes, estes têm vícios e encostos de mais.
Os Bombeiros Voluntários e Profissionais em Portugal têm de “varrer” os seus representantes, alguns Comandos e olhar para a realidade do voluntariado/profissionalismo em Portugal.
É um tema que não pode esperar muito mais tempo; especialmente com estes dirigentes.
Dois exemplos desta intransigência inexplicável:
- O Sr. Fernando Curto tem dúvidas quanto a considerar Bombeiros Profissionais os actuais, empregados das Associações, que há anos asseguram o primeiro socorro. Parece que para este Senhor não são profissionais, então são o quê?
- O Sr. Duarte Caldeira diz não ter condições para ministrar formação aos Oficiais Bombeiros e aos Bombeiros das EPI em simultâneo na ENB. Sabendo há muito tempo, mas mesmo há muito tempo, o que aí vinha, porque não se preparou?
Duas demonstrações de maus Dirigentes dos nossos Bombeiros. A ANPC se quer “ter mão”, neste estado de coisas vai ter de agir sem olhar a quem.
Obrigado Sr. Fernando Curto, Obrigado Sr. Duarte Caldeira, por tudo o que fizeram e não fizeram pelos nossos Bombeiros, está na altura de repensarem a vossa continuidade. É uma opinião.
Sou, com cordiais cumprimentos
Júlio Santos
Responder
#2
Amigo Julio,

Não poderia ler os comentários feitos relativos aos Bombeiros do nosso País e não comentá-los, pois bem aqui vai a minha opinião:

Bombeiros I

Bem, relativamente a este assunto Julio, permita-me discordar consigo, pois relativamente aos casos apresentados pelo Bombeiro que desconheço a origem, comento que:
- motoristas não habilitados a conduzir viaturas, penso que este assunto felizmente começa a fazer pouco sentido nos dias de hoje, pois os tempos são outros, as responsabilidades são outras e as atitudes começam a ser outras. Este tipo de acções e que felizmente começam a fazer parte do passado, pelo menos nos Corpos de Bombeiros que conheço. Contudo, não quero com isto dizer que as "coisas" funcionem melhor, pois como foi dito e muito bem, além da habilitação exigivél para conduzir o carro até ao local, devem ter perfeito conhecimento do mesmo e saber trabalhar com o material.
- Actos de sexo no quartel, bem....este é um assunto mais delicado, pois como o Julio disse e bem, onde existem homens e mulheres é provável que aconteça. No entanto, permita-me discordar com a sua afirmação: "Ser no Quartel? Bem se calhar não deveria; mas há falta de melhor e se não prejudicar ninguém, não vejo porque não!?", pois num corpo de Bombeiros tem que existir aquilo que hoje pouco se vê DISCIPLINA, como tal existem locais proprios para consumarem o acto sexual, que não no quartel. Mas ainda relativamente ao assunto concordo consigo, se o bombeiro em causa tem tanta certeza porque não participou, pois por vezes o "boato" tem efeitos terriveis numa casa como os bombeiros.

Bombeiros II

Bem relativamente a este assunto a minha opinião será curta e directa.
O Sr. Curto, nada tem em comum com os Bombeiros Voluntários, pois todas as tomadas de posição que exerce são sempre com um unico objectivo de não beneficiar, para não dizer prejudicar os Corpos de Bombeiros voluntários. O unico interesse é tentar que os funcionários das associações de bombeiros se façam associados da Associação de Bombeiros Profissionais que dirige. Contudo, também é verdade que a culpa não é sua, mas sim de quem acredita numa associação, que não os reconhece, nem os defende e apenas serve para efectuar cobrança de uma quota mensal nos seus vencimentos que aliás já é curto.
Quanto ao Dr. Duarte Caldeira, concordo plenamente consigo, está na hora de passar a pasta a outro, mas não devo, nem vou, comentar o porquê.

Abraço
Responder
#3
Meu Caro Miguel
Sempre atento.
Pois bem no que respeita ao sexo dentro dos quarteis; concordo contigo, não é o local ideal, também não escrevi isso. Mas é como as "bruxas", ninguém acredita, ninguém as vê, mas que as há...há!?
Infelizmente, no que respeita aos motoristas, tenho a certeza absolouta que conheces mais Corpos de Bombeiros do que eu e de uma forma que eu não conheço. Mas relativamente a este assunto é só estar atento à imprensa e a alguns comentários de alguns Bombeiros. Concordo contigo! As coisas estão a mudar, mas devagar, infelizmente.
Sou, com cordiais cumprimentos
Júlio Santos
Responder


Saltar Fórum:


Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)