Este fórum usa cookies
Este fórum utiliza cookies para armazenar as suas informações de login se estiver registado, e a sua última visita ou não. Os Cookies são pequenos documentos de texto armazenados no seu computador. Os cookies criados por este fórum só podem ser usados neste site e não representam nenhum risco de segurança. Os cookies deste fórum também acompanham os tópicos que você leu, e a última vez que os leu. Por favor confirme se quer aceitar ou rejeitar estes cookies por definição.

Um cookie será armazenado no seu navegador, independentemente da sua escolha, para prevenir que esta pergunta apareça novamente. Você será capaz de alterar as suas definições de cookies a qualquer momento usando o link no rodapé.

Avaliação do Tópico:
  • 1 voto(s) - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Justiça da vergonha
#1
Pode parecer não ter cabimento neste Fórum um artigo deste cariz, mas que me desculpem os habituais leitores, considero que tem.

Por vezes sinto vergonha do meu País. De ter deixado que as coisas chegassem a este ponto, sim…porque somos todos, mas todos, sem excepção culpados deste estado de coisas.

As pessoas acomodam-se, não reclamam, não reincidiram, não votam, não criticam, não pedem contas, não pedem explicações e depois assistimos a barbaridades destas.

Decerto não se aperceberam a que refiro, pois vou divulgar: refiro-me à vergonha que é um Estado totalmente irresponsável, pedir aos familiares das vítimas da tragédia conhecida como da Ponte de Entre-os-Rios que paguem as custas de um processo que perderam.

Primeiro analisemos porque se deu a tragédia:
- Os areeiros tiravam areia sem qualquer controlo;
- Os técnicos da então JAE ignoraram os insistentes relatórios do estado da ponte;
- Os Governantes não criaram condições para ser erguida uma ponte alternativa.

Agora analisemos porque foi movido o processo:
- Porque os familiares se sentiram injustiçados com o desfecho do Processo de averiguações;
- Porque temos um Ministério Público, que não conduz as investigações como deve de ser;
- Porque os nossos juízes, na sua maioria, para além de jovens sem experiência de vida, são ambiciosos e decidem em função da sua carreira em detrimento dos que se lhe apresentam à espera de Justiça.

Agora analisemos porque têm os familiares de pagar as custas (seja de que valor for)
- Porque o Estado precisa de dinheiro para sustentar os “Estadodependentes” e são milhares, aqueles que sem nunca terem descontado um tostão hoje recebem reformas, aqueles que sem nunca terem contribuído para o que quer que fosse reclamam casas de borla e com as assoalhadas suficientes para acomodar todos os familiares, e todos os demais conhecidos de toda a população que trabalha e paga impostos para esta causa injusta;
- Porque o Estado não tem o mínimo sentido de justiça social senão for num contexto de eleições;
- Porque todos nós deixámos que paulatinamente o Estado se enchesse de pessoas sem o mínimo senso de solidariedade e decência.
Este texto enquadra-se neste Fórum porque enquanto a nossa Justiça for esta, a nossa insegurança será cada vez maior.
- Temos um Bastonário da Ordem dos Advogados que me faz lembrar um antigo treinador de futebol “É o sistema! Eu sei quem são mas não digo!”;
- Temos um Órgão de Soberania, como os Juízes que tem um Sindicato para o defender, mas as Polícias só podem ter associações socioprofissionais;
- Temos um Ministro da Justiça que governa no: “eu quero, posso e mando”;
- Temos um Ministro da Administração Interna que se repete todos os dias, mas não toma nenhuma das medidas que anuncia e facilmente cede às pressões do fórum político, colocando em causa a segurança dos cidadãos. Na dúvida, vide o que está a acontecer em Lisboa com a Polícia Municipal; para onde vão destacados 150 elementos da PSP, quando esta Instituição tem falta de pessoal para o normal funcionamento.

É o País que semeámos, regámos e deixámos que crescesse para nos destruir aos poucos o orgulho e o sentido de decência.

Se criarem uma conta de solidariedade para pagar estas custas eu participo.

Desculpem o tom, mas estou mesmo zangado comigo próprio por ter contribuído para que estes tipos de coisas sejam passíveis de acontecer.
Sou, com cordiais cumprimentos
Júlio Santos
Responder
#2
É a treta de Pais que temos Sad,como você diz e muito bem,todos nós contribuimos para a miséria a que isto chegou.Infelizmente este Povo gosta de levar na pinha,pois basta dar futebol e festa a este Povo e está tudo bem.Isto para mudar,era preciso haver uma nova revolução mas desta vez sem cravos.
Saudações.
"Morte ou Glória"
Responder
#3
Bem, por mim faz todo sentido a inserção deste tipo de análises, por uma simples razão, por debaixo da farda está um homem. Depois, a consciência enquanto cidadão deve sempre estar á frente de qualquer outro factor.
Responder


Saltar Fórum:


Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)