Este fórum usa cookies
Este fórum utiliza cookies para armazenar as suas informações de login se estiver registado, e a sua última visita ou não. Os Cookies são pequenos documentos de texto armazenados no seu computador. Os cookies criados por este fórum só podem ser usados neste site e não representam nenhum risco de segurança. Os cookies deste fórum também acompanham os tópicos que você leu, e a última vez que os leu. Por favor confirme se quer aceitar ou rejeitar estes cookies por definição.

Um cookie será armazenado no seu navegador, independentemente da sua escolha, para prevenir que esta pergunta apareça novamente. Você será capaz de alterar as suas definições de cookies a qualquer momento usando o link no rodapé.

Avaliação do Tópico:
  • 0 voto(s) - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
A Guerra INEM/Bombeiros continua
#5
Saudações a todos

Temos assistido a diversas acções, por parte de diversos orgãos e de diversos meios de comunicação social, que só têm um objectivo: DESACREDITAR os bombeiros portugueses.
A situação que aqui se discute não é impar e não aconteceu agora pela primeira vez. E enquanto se entregar o socorro público a Associações que se regem da mesma forma que uma colectividade, e que ao fim de cada mês andam a contar os cêntimos para fazerem os pagamentos, vão continuar a acontecer!
Esta minha afirmação não visa desculpar a incompetência dos operadores das centrais dos corpos de bombeiros bem como da operadora do CODU Porto.
Porque na incompetência do INEM pouca gente falou.
Talvez por não se terem apercebido que a Oeradora do CODU DESCONHECIA POR COMPLETO a localidade, a disponibilidade de centros de saúde, a VMER (que é um meio INEM) mais próxima de Alijó.
Isto tem uma razão de ser, que, no meu ponto de vista, é o facto de o CODU ser na Cidade Porto e os Operadores não terem conhecimento das zonas bem como as unidades de drenagem correspondentes. Por falta de sistemas informáticos ou procedimentos escritos com fluxogramas de apoio p/ intervenção nas diversas zonas de abrangência dos CODU.
Repare-se que grande parte do tempo das chamadas são ocupadas com os bombeiros a darem indicações ao CODU e à médica da VMER sobre onde era a ocorrência, qual o caminho mais rápido para o local e se havia ou não centros de saúde abertos na zona.
Por seu turno o Operador do CB Favaios foi de uma incorrecção técnica que só não pode ser considerada negligência grosseira porque o referido elemento foi sincero e disse que não sabia o que havia de fazer pois não tinha meios à disposição; e isso não é da sua responsabilidade.
Isto vem demonstrar como o INEM lida com estas situações no interior. e faz-me lembrar um ditado popular que reza assim " Com as calças do meu pai eu sou um grande homem."
Repare-se que o CODU entende que o meio dos bombeiros tem que sair e insiste em saber quanto tempo ele demora mesmo depois do bombeiro lhe dizer que "não tenho aqui ninguém".
Bom, isto demonstra incompetência da operadora do CODU e falta de meios humanos com que os Corpos de Bombeiros do interior se deparam.
Não faz sentido! Os cidadãos do interior não são cidadãos de 2.ª categoria.
Negligência grosseira existe sim do CODU. Repare-se na gravidade da seguinte frase: "Ó Doutor quer que ponha aqui VMER indisponível?"
Isto significa que se o médico dissesse "ponha" o cidadão ficava sem suporte avançado de vida! Qual o objectivo desta acção? Não acordar o médico? estranho mas ninguém fala disso!
Quanto à incompetência dos responsáveis dos Bombeiros, e essa foi inquestionável, cabe-me a mim enquanto cidadão perguntar o seguinte:
Como é que podem os Comandantes de ambos os CB's (Favaios e Alijó) dormir descansados quando o Corpo de Bombeiros que comandam não têm ambulâncias disponíveis depois de acabar o chamado horário de expediente??
Como pode o CMDT Distrital não desenvolver acções no sentido de resolver estes problemas?? ter coragem de encerrar quartéis no período nocturno ou exigir que existam meios nesse período!! Ou não convém fazer estragos no sistema porque temem pelo seu emprego?? não sei sinceramente como estes responsáveis dorme descansados.
Bom, com isto exprimo exclusivamente a minha opinião e reeitero que não quero desculpar os bombeiros da sua actuação.
Quanto ao INEM e ao seu tão publicitado desenvolvimento operacional só me resta dizer que:
"a montanha pariu um rato".
Com os melhores cumprimentos,
André Fernandes
Responder


Mensagem neste Tópico
A Guerra INEM/Bombeiros continua - por Júlio Santos - 25-01-2008, 04:35 PM
RE: A Guerra INEM/Bombeiros continua - por Soeiro - 27-01-2008, 11:02 PM
RE: A Guerra INEM/Bombeiros continua - por André Fernandes - 31-01-2008, 01:23 AM
RE: A Guerra INEM/Bombeiros continua - por Soeiro - 04-02-2008, 05:48 PM
RE: A Guerra INEM/Bombeiros continua - por zé paiva - 07-02-2008, 12:38 AM

Saltar Fórum:


Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)